Consultas
BOA VISTA SCPC

 

Empresários esperam queda da inadimplência em 2019, diz Boa Vista

Isso ocorre quando o consumidor gastou muito além dos recursos que possui para honrar com o pagamento de suas dívidas

18 de junho de 2019 – De acordo com os números da pesquisa Perspectiva Empresarial, feita pela Boa Vista durante o primeiro trimestre de 2019, o otimismo dos empresários brasileiros em relação à queda da inadimplência nos negócios neste ano aumentou na comparação ao mesmo período do ano passado. Dos cerca de 1000 entrevistados, 42% afirmaram esperar uma diminuição na inadimplência, contra 30% no primeiro trimestre de 2018. Confirmando o aumento do otimismo, o número de empresários que esperam uma piora da inadimplência caiu de 20% para 14%. Já para 30% dos entrevistados, a inadimplência permanecerá a mesma nesse ano. A tabela abaixo tem mais detalhes.


Investimentos
A pesquisa também avaliou a intenção de crescimento dos investimentos realizados nos negócios: o número de empresários que esperam investir mais aumentou em 8 p.p. (pontos percentuais), chegando a 62%, contra 54% em 2018. Já os entrevistados que preveem o mesmo investimento representam 22% do total. Por fim, 9% dos entrevistados se mostraram pessimistas, prevendo uma diminuição nos investimentos em 2019.

Faturamento
Questionados sobre a perspectiva de faturamento em 2019, a maioria dos entrevistados também se manteve confiante, com 69% dos empresários prevendo um aumento nos rendimentos, ou seja, um aumento de 6 p.p em relação ao primeiro trimestre de 2018, como ilustra o gráfico abaixo.

Outra variável da pesquisa foi a expectativa de endividamento dos empresários para esse ano. Seguindo a linha de otimismo, 45% dos empresários esperam uma queda no endividamento, um aumento de 7 p.p. na comparação ao mesmo período de 2018. Outros 27% acreditam que o endividamento seguirá o mesmo, enquanto 12% preveem um aumento das dívidas.

Metodologia
A pesquisa Perspectiva Empresarial da Boa Vista utiliza metodologia quantitativa com coleta de informações por meio eletrônico via internet. É trimestral, e mostra o evolutivo 2018 e 2019. O seu universo é representado por empresas do Comércio (atacadista e varejista), Serviços (Instituições Financeiras e Construção Civil), Indústria, Construção Civil e Instituições Financeiras. Neste levantamento, foram entrevistados pouco mais de mil empresários. Para a leitura geral dos resultados, considerar 95% de grau de confiança, e margem de erro de 3%, para mais ou para menos.

 

Parceiros